21 setembro 2018

Riso Scotti, a excelência italiana do arroz, escolheu a eficiência energética de AB

Continuar a crescer a nível nacional e internacional mantendo bem sólidos os princípios da alta qualidade através de uma política “verde” conectada a eficiência energética: estes são os denominadores comuns de duas empresas como a AB e o Riso Scotti, líderes em seus respectivos setores. Devido aos elevados consumos de energia elétrica e térmica requeridos pelos processos de fabrico e na óptica de uma racionalização da utilização das fontes de energia fóssil, com uma consequente poupança econômica e melhoria da condição ambiental relativamente a gases estufa, a Riso Scotti, grupo líder no setor alimentar industrial orizícola europeu, decidiu instalar a unidade de cogeração na produção de energia elétrica e térmica, que foi inaugurada em dezembro do ano passado na planta de Pavia.

As empresas de este setor são grandes “consumidores” de energia térmica e elétrica no interior do seu âmbito com significativos resultados a nível de custos e para o ambiente; a cogeração é assim a solução ideal para enfrentar as exigências destas realidades. A Riso Scotti é a empresa mãe de um grupo com alto conteúdo tecnológico, algumas delas especializadas no cultivo, pesquisa e experimentação, outras no processamento, transformação e comercialização do arroz. Tradição, tecnologia e investimentos se traduzem em produtos pensados para o consumidor que sabe escolher, que está no centro do pensamento da Riso Scotti e inspira a pesquisa. O Grupo dá grande atenção na qualidade e excelência dos próprios produtos, bem como da eficiência energética e proteção do ambiente. Por este motivo escolheu a AB, líder do seu setor a nível internacional, para projetar e realizar a unidade de cogeração na planta de Pavia. A energia elétrica gerada será utilizada integralmente pelo estabelecimento produtivo, bem como a energia térmica, obtendo uma poupança notável a nível econômico e de emissões de gás estufa na atmosfera.

A planta de Pavia
A atividade da planta Riso Scotti de Pavia prevê a transformação, processamento e comercialização por conta própria e em representação, de arroz, de derivados e de subprodutos. O sistema AB inaugurado em dezembro de 2017, da Linha ECOMAX® Natural Gas (ECOMAX® 27 NGS) é alimentado com gás natural e é uma solução modular em conteîner, com potência elétrica nominal de 2.679 kW e potência térmica nominal de 2.446 kW, dos quais 1571 kW são empregues na produção de água quente e 875 kW na produção de vapor.
O novo sistema produz energia elétrica, em termos líquidos dos consumos do equipamento auxiliares será totalmente consumida pelo estabelecimento de fabrico da empresa; já a energia térmica produzida pelo sistema de resfriamento dos gases de descarga e do motor será empregue no processo de fabrico, como por exemplo no funcionamento dos secadores.

A operatividade do grupo de cogeração é de cerca 8.000 h/ano. A unidade devido às suas características, pode ser considerada cogerativa de alto rendimento e foi projetada para respeitar largamente os limites de motores a gás natural referidos no Dec. Lei (italiano) 152/2006-Normas em foro ambiental. A unidade é equipada com sistema de análise em contínuo das emissões na atmosfera para os parâmetros CO, NOX, NH3, O2, temperatura e umidade, capacidade e estado da unidade, conectado a um sistema de monitoração capaz de elaborar e arquivar os dados medidos.

Comunicado de imprensa