UM PROBLEMA PARA O AMBIENTE TRANSFORMADO EM OPORTUNIDADE

O “gás de petróleo associado” ou “APG” representa um problema durante as extrações petrolíferas e também para o ambiente, já que saindo sob pressão pode saturar a área de extração.
Para eliminá-lo com frequência, é queimado em tocha, mas pode também se tornar uma grande oportunidade se controlado e gerenciado, em particular, explorando-o para a alimentação de plantas cogeradoras e a consequente produção de energia elétrica e térmica.
A energia elétrica produzida com a cogeração pode ser utilizada para as exigências do local de extração ou inserida na rede.
A energia térmica pode ser usada para uma primeira separação do petróleo in sito e para mantê-lo fluido, facilitando as operações de bombeamento.

PRODUÇÃO DE ENERGIA

  • Eletricidade a ser cedida à rede ou para as exigências do local de extração
  • Água quente para as exigências do local de extração (separação do petróleo e para mantê-lo fluido, facilitando as operações de bombeamento).

REFERÊNCIAS

Petrom