ECOMAX®.

ECOMAX® é a solução em packaging modular mais apreciada no mundo da cogeração. É uma idéia concebida e desenvolvida totalmente pela AB, o único Grupo industrial no mundo a gerenciar autonomamente todo o ciclo de realização de uma planta cogerativa.

Facility tour AB.

Bemvindos ao polo industrial AB, referência mundial da cogeração. A AB gerencia completamente todo o ciclo produtivo de uma planta de cogeração: projeto, produção, planta, acionamento e manutenção… por toda a vida da planta.

O SERVICE DA AB

Com centenas de técnicos especializados que operam em todo o mundo, a AB Service dedica-se completamente à assistência e à manutenção das instalações da AB. As vantagens para nossos clientes são: paradas de máquina reduzidas ao mínimo, desempenhos excelentes e máxima confiabilidade. Uma escolha estratégica para ter a certeza do payback sobre o investimento.

A Riso Scotti diz sim à cogeração

A produção de 400 toneladas de arroz, 100 mil litros de bebida vegetal e 50 mil biscoitos por dia requer uma quantidade imensa de energia; por isso, a empresa Riso Scotti decidiu instalar na sua fábrica uma planta de cogeração de 2,6 MW. A energia elétrica e térmica produzidas são utilizadas inteiramente nos processos produtivos, com uma redução significativa do valor da conta energética.

A Martini & Rossi aposta na eficiência energética e na sustentabilidade

A empresa Martini & Rossi, desde sempre atenta ao consumo de energia e à sustentabilidade, instalou uma planta de cogeração alimentada a gás natural que permite aproveitar a energia elétrica autoproduzida nos maquinários de produção e engarrafamento, o vapor durante os processos de destilação, fermentação e desinfecção dos equipamentos e a água quente para as operações de lavagem, engarrafamento e aquecimento.

A Artsana Group (Chicco) e a planta de trigeração de Verolanuova

Todos os anos, na unidade produtiva do Grupo Artsana em Bréscia, são tratadas mais de 800 toneladas de matérias-primas e 105 milhões de componentes. A instalação de uma planta de trigeração acoplada a um absorvedor supre cerca de metade das necessidades de energia elétrica da fábrica e 20 a 30% das necessidades de energia térmica, com uma consequente redução de CO2 de cerca de 500 t/ano.

Maugeri

Há um ano da sua instalação, a planta da ICS Maugeri trabalhou durante 8.200 horas, produzindo cerca de 9,15 GW/h de energia elétrica. O inteiro investimento será amortizado em cerca de dois anos e meio, e permitirá uma redução de emissões equivalente a pouco mais de 1.000 toneladas, um dado significativo para um instituto clínico cuja missão é cuidar da saúde das pessoas.

Fundação Poliambulanza: uma excelência no setor hospitalar

A Fundação Poliambulanza de Bréscia decidiu instalar uma planta de trigeração de 2MW nas suas estruturas para produzir energia elétrica, térmica e frigorífica (para o condicionamento dos ambientes). A planta encontra-se bem integrada no contexto hospitalar porque foi instalada em um edifício dedicado e provido de uma barreira fonoabsorvente.

A integração perfeita com o ambiente da planta do Saint Vincent Hospital

O Saint Vincent Hospital, situado em Ottawa, no Canadá, instalou uma planta de cogeração de 663 kW para responder às exigências de energia elétrica e térmica da estrutura. Sua peculiaridade? Por ser um hospital localizado em uma colina, a planta foi instalada em uma estrutura metálica criada especificamente.

Uma central de cogeração de excelência: O CASO DA AMADORI.

Redução dos consumos energéticos no pleno respeito ao ambiente: este é o objetivo do Grupo Amadori que, com um pólo energético compreendendo duas centrais de cogeração, autoproduz uma parte da energia elétrica e térmica empregada nos processos de produção.

ZUCCHERIFICIO ERIDANIA: das beterrabas ao biogás.

Resíduos do beneficiamento do açúcar para produzir biogás. A fábrica de Eridania Sadam em S. Quirico Trecasali, em Parma, hospeda de fato a primeira instalação na Itália, com potência de 999 kW, que é alimentado em 75% pelas polpas esprimidas das beterrabas e os restantes 25% de bagaço de milho.

PASTIFICIO GAROFALO: excelência no setor de massas e avanguarda no aprovisionamento energético.

A instalação de trigeração realizada em seu pastificio de Garofalo de Gragnano (NA) desenvolve uma potência global de 2.651 kWe. O eng. Menna resume as principais vantagens derivadas do uso da energia produzida pela instalação de trigeração.

A integração de uma instalação de cogeração em uma empresa têxtil.

A Italdenim, empresa têxtil do denim made em Italy, em 2008 decidiu abater seus custos energéticos implementando uma instalação de cogeração. Os resultados positivos obtidos em termos econômicos e ambientais, levaram a empresa a ilustrar ao público do Cogeneration channel os motivos desta escolha.

LATTERIA SORESINA: um exemplo de eficiência energética no setor leiteiro-laticínio.

Latteria Soresina é uma das empresas mais inovadoras do panorama leiteiro-laticínio italiano, se distingue de fato pela qualidade do próprio produto e pelas escolhas estratégicas no campo energético. Nesta entrevista o Eng. Arpini descreve os fatores principais que levaram a empresa a decidir adotar uma instalação de cogeração que satisfaz a necessidade de energia térmica e elétrica típica de um empresa deste setor.

A RECEITA DO SUCESSO DA MENZ&GASSER: biogás e cogeração a gás natural.

Menz&Gasser, líder no mercado da produção de sobremesas de porção individual e semibeneficiados de fruta, escolheu a cogeração a gás natural e a biogás para a produção de energia elétrica e térmica em sua fábrica de Novaledo (TN). A empresa produz deste modo grande parte da energia necessária para satisfazer as necessidades do estabelecimento.

OROGEL: como abater os custos energéticos de produção com a cogeração.

Menores custos e maior competitividade. É este o lema da Orogel, empresa italiana de congelados e produtos frescos que focou na cogeração para abater seus custos de produção, porém prestando particular atenção ao ambiente.

A trigeração integrada na indústria de bebidas.

A Wienerberger desde sempre seguiu uma política de redução dos consumos energéticos e, portanto, de melhorar a eficiência das próprias instalações de produção. Por este motivo a empresa decidiu investir na implementação de uma instalação de cogeração. Nesta entrevista o diretor da fábrica de Imola ilustra as principais vantagens.

WIENERBERGER: soluções avançadas para prédios e inovação para a produção de energia.

Uma indústria de bebidas pode recuperar a energia produzida por uma instalação de trigeração dentro do seu processo de produção? A resposta é dada pela Spumador, que produz mais de um bilhão de garrafas por ano desfrutando a energia produzida por uma instalação de trigeração.

Cogeração industrial: uma nova visão de empreendorismo.

A Inalca, empresa especializada no beneficiamento de carnes bovinas e suínas, perecebeu a importância da eficiência energética e da autoprodução de energia. Por este motivo em 2007 foi implementada uma instalação de cogeração com uma potência elétrica de 1800 kW que consente desfrutar, dentro das suas linhas de produção, o vapor e a energia térmica produzidos pelo motor endotérmico.

Nenhum resultado

Mostrar Paginação