Inalca

UM EXEMPLO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA APLICADA NA INDÚSTRIA DAS CARNES.

A cogeração é parte integrante de um empenho preciso de ecossustentabilidade incorporado há anos pela empresa que necessita de quantidades notáveis e constantes de energia elétrica e térmica para os seus processos produtivos.
A Inalca está atenta também à eficiência energética como fonte de competitividade.

EMPRESA

A Inalca faz parte do Grupo Cremonini, líder na Itália no setor de carnes bovinas e produtos transformados a base de carne. Nascido em 1963, o Grupo Cremonini é hoje um dos mais importantes operadores no setor alimentício na Europa.

EXIGÊNCIA

A Sociedade opera através de uma estrutura de produção formada por 6 fábricas especializadas que utilizam modernas tecnologias de produção e avançados sistemas de segurança.
O complexo industrial de Ospedaletto Lodigiano é a maior e mais moderna planta europeia para o abate e o processamento das carnes bovinas, uma estrutura de energia intensiva, que necessita ao mesmo tempo de energia elétrica e também de calor e água quente para os seus processos produtivos, também finalizados na lavagem dos maquinários.

SOLUÇÃO

Em 2010, a Inalca inaugurou a planta de biogás na sua fábrica de Ospedaletto Lodigiano (LO), destinado à produção de energia de fontes renováveis formadas principalmente por biomassas e subprodutos do abate.
O objetivo alcançado pelo projeto Inalca é a redução drástica dos materiais destinados à eliminação, através da implantação de um processo virtuoso que leva à reutilização destes materiais e a produção contextual de energia elétrica de fonte totalmente renovável. E mais, a energia térmica produzida (calor) é totalmente utilizada pelos mesmos digestores (que trabalham a uma temperatura constante de 40°), para a produção de água quente na fábrica e para a fase de secagem do digerido.

PETRÓLEO EVITADO
1.300 TEP

CONSUMO DE PETRÓLEO EVITADO POR ANO

EMISSÕES REDUZIDAS
3.000 TONNEN

3.000 TON EMISSÕES DE CO2 ECONOMIZADAS NA ATMOSFERA POR ANO