Inalca (Gruppo Cremonini)

UM EXEMPLO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA APLICADA À INDÚSTRIA DAS CARNES.

A cogeração é parte integrante de um empenho preciso de ecossustentabilidade iniciado há anos pela empresa que necessita de notáveis e constantes quantidades de energia elétrica e térmica para os seus processos produtivos.
A Inalca está atenta também à eficiência energética como fonte de competitividade.

EMPRESA

A Inalca faz parte do Grupo Cremonini, líder na Itália no setor de carnes bovinas e produtos transformados a base de carne. Nascido em 1963, o Grupo Cremonini é hoje um dos mais importantes operadores no setor alimentício na Europa.

EXIGÊNCIA

A Sociedade opera através de uma estrutura de produção formada por 6 fábricas especializadas que utilizam modernas tecnologias de produção e avançados sistemas de segurança.
O complexo industrial de Ospedaletto Lodigiano é a maior e mais moderna planta europeia para o abate e o processamento das carnes bovinas, uma estrutura de energia intensiva, que necessita ao mesmo tempo de energia elétrica e também de calor e água quente para os seus processos produtivos, também finalizados à lavagem dos maquinários.

SOLUÇÃO

As duas plantas de cogeração alimentadas com gás natural produzem vapor (1600Kg/h cada) e água quente (1229 kg/h cada) destinadas ao processo produtivo. A AB identificou o equilíbrio correto entre a necessidade de descontinuidade de água quente por parte da empresa e o funcionamento do cogerador que por definição trabalha em continuação. Sob conselho dos técnicos da AB, a Inalca instalou os motores de alto rendimento (ciclo Miller) que alcançam um rendimento elétrico igual a 43,9% (contra 41% dos motores padrão). Também a nível logístico, a AB tem se demonstrado parceira do cliente. A planta foi, de fato, concebida para otimizar espaço e desempenho nos três níveis da estrutura.